Palestrantes Internacionais

Brian Buttterworth (PhD)

Brian Butterworth é Professor Emérito de Neuropsicologia Cognitiva da University College, em Londres.

O seu trabalho de investigação incide no estudo dos erros e pausas da fala, deficiências na memória, Dislexia e Discalculia. Atualmente, foca-se na neurociência e na genética das aptidões e dificuldades na aprendizagem da matemática.

Escreveu o best-seller The Mathematician Brain, traduzido em quatro línguas, e coeditou com Denis Mareshal e Andrew Tolmie o livro Educational Neuroscience. Em 2002, foi eleito membro da British Academy.

Foi responsável por desenhar aquela que é considerada a maior experiência interativa de matemática do mundo, que já envolveu mais de 30.000 pessoas, no Centro Explore-at-Bristol.

Christopher Gillberg (MD, PhD)

Christopher Gillberg é Professor de Psiquiatria da Infância e Adolescência na Universidade de Gotemburgo, onde lidera o Gillberg Neuropsychiatry Centre, e Chief Physician no Sahlgrenska University Hospital.

Acumula mais de 40 anos de experiência clínica com a atividade académica e de investigacional, sendo reconhecido como um dos mais prolíferos e relevantes autores na área do Autismo.

A sua investigação contribuiu significativamente no campo da psiquiatria da infância e adolescência, nomeadamente no autismo, epilepsia, deficiência intelectual e anorexia nervosa, entre outras. Tem 650 artigos científicos publicados e é autor de 33 livros, editados em mais de uma dúzia de idiomas.

É editor e fundador do jornal European Society of Child & Adolescent Psychiatry, editor do jornal Child Psychology and Psychiatry, Autism e Development Disorders, Autism, Attention Disorders, Developmental Medicine and Child Neurology e autor e editor de vários livros educacionais e científicos.

Hilde Geurts (PhD)

Hilde Geurts é professora no departamento de Psicologia da Universidade de Amsterdão. É também investigadora e psicóloga clínica no centro Dr. Leo Kannerhuis, especializado em perturbações do espetro do autismo.

Obteve o grau de mestre em Neuropsicologia e Neuroreabilitação pela Universidade de Nijmegen, onde também concluiu estudos doutorais com uma tese dedicada ao controlo executivo no autismo e na perturbação de hiperatividade e défice de atenção.

Dedica-se a investigar doenças do neurodesenvolvimento, com particular destaque para as perturbações do espetro do autismo e a perturbação de hiperatividade e défice de atenção. Mais recentemente tem-se focado no estudo do autismo em adultos.

É membro da Young Academy of the Dutch Royal Academy of Science (KNAW) desde 2003, e em 2004 co-fundou uma plataforma online sobre autismo.

Margo A. Mastropieri (PhD)

Margo Mastropieri é Professora universitária na George Mason University - College of Education and Human Development.

Dirige o seu trabalho de investigação para as estratégias cognitivas destinadas a promover a aprendizagem e o ensino inclusivo em estudantes com necessidades especiais.

Publicou mais de 200 artigos científicos, participou em 48 capítulos e co-editou 28 livros, entre eles: A Practical Guide for Teaching Science to Students with Special Needs in Inclusive Settings e Teaching Students Ways to Remember: Strategies for Learning Mnemonically.

Foi editora, com Thomas Scruggs, do Council for Exceptional Children Journal e co-editora do anuário de investigação Advances in Learning and Behavioral Disabilities, durante 20 anos. Em 2006, Margo Mastropieri e Thomas Scruggs foram distinguidos com o Council for Excepcional Children Outstanding Research Award.

Patricia van Wijngaarden-Cremers (MD, Phd)

Patricia Wijngaarden-Cremers é Médica Psiquiatra e consultora sénior no Dimence Mental Health Centre, Co-diretora do Internato de Psiquiatria e Senior Research Fellow no Karakter Child & Adolescent Psychiatry Department da Radboud University.

Tem-se dedicado, como clínica e como investigadora, à comorbilidade entre perturbações de adição e perturbações do neurodesenvolvimento.

É membro fundador da Rede Holandesa de PHDA em Adultos e colabora na Rede de Perturbações de Espetro do Autismo em Adultos da National Autistic Society do Reino Unido.

Em 2012, foi convidada a integrar o Centro de Perturbações do Desenvolvimento na Holanda, onde está a desenvolver um centro clínico de excelência para adultos com perturbações do espetro do autismo.

Paulo Fontoura (MD, PhD)

Paulo Fontoura é médico neurologista e é, desde 2015, diretor da Unidade de Medicina Translacional para a área das Neurociências no Roche Innovation Center, em Zurique, onde trabalha com uma equipa dedicada ao desenvolvimento de novos tratamentos farmacológicos para perturbações neurológicas e do neurodesenvolvimento.

Desenvolveu o seu trabalho de Doutoramento na área da Neuroimunologia com uma tese sobre Esclerose Múltipla, desenvolvido na Stanford University School of Medicine, onde foi postdoctoral fellow. Foi ainda Professor associado na Universidade de Aveiro, e assistente convidado de neurologia na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa.

Omar Khwaja (MD, PhD)

Omar Khwaja é médico e especialista em Neurologia Pediátrica e é, desde 2015, diretor da Unidade de Doenças Raras no Roche Pharma Research & Early Development Department, no Roche Innovation Center, em Zurique.

É doutorado em Genética Molecular Humana pela Universidade de Cambridge e continuou a sua formação académica em Harvard, onde se especializou em cuidados críticos, neurologia fetal-neonatal e neurogenética.

Atualmente, trabalha no desenvolvimento de novos medicamentos para doenças raras.

Romina Moavero (MD)

Romina Moavero é neuropsiquiatra infantil, professora na Universidade de Roma Tor Vergata e Investigadora no Ospedale Pediatrico Bambino Gesù de Roma.

Tem-se dedicado à investigação nas áreas da epilepsia refratária, dificuldades de aprendizagem, autismo e esclerose tuberosa, colaborando com Paolo Curatolo.

É autora de vários artigos, entre eles: “Epilepsy secondary to tuberous sclerosis: lessons learned and current challenges” e “mTOR inhibitors as a new therapeutic option for epilepsy”.

Sonja A. Kotz (PhD)

Sonja A. Kotz é diretora do Departamento de Neurociências Cognitivas e Psicologia Experimental do Department of Neuropsychology do Max-Planck Institute for Human Cognitive and Brain Sciences, da Universidade de Leipzig, onde também lidera o grupo de investigação.

O seu trabalho de investigação centra-se na relação entre fala, linguagem, emoção, ritmo e tempo na perceção e compreensão, bem como ao estudo da atenção, funções executivas e emoção.

É co-autora d’O Livro de Bolso da Neuropsicologia de Linguagem.

Susan Young (PhD)

Susan Young é Psicóloga Clínica e Directora de Investigação e Desenvolvimento no West London Mental Health NHS Trust. Atualmente, é também senior lecturer no Centre for Mental Health da Imperial College e no Institute of Psychology da King’s College, ambas em Londres.

As suas principais áreas de investigação incidem na avaliação e tratamento de jovens e adultos com PHDA e no diagnóstico e tratamento de perturbações do Neurodesenvolvimento e saúde mental, nomeadamente em população prisional.Tem mais de 100 artigos científicos publicados e é autora de três livros, traduzidos em várias línguas.

Colaborou na definição de critérios clínicos de tratamento da PHDA junto da British Association of Psychopharmacology Consensus Meeting e do National Institute for Health and Clinical Excellence (NICE).

É Presidente da UK ADHD Partnership, Vice-Presidente da UK Adult ADHD Network (www.UKAAN.org), e membro da European Network in Adult ADHD.

Thomas Scruggs (PhD)

Thomas Scruggs é professor universitário na área de Educação Especial na George Mason University - College of Education and Human Development.

Na investigação, as suas principais áreas de interesse incidem nas estratégias cognitivas e de ensino para alunos com necessidades de educativas especiais.

Foi co-editor do Advances in Learning and Behavioral Disabilities, e atualmente integra os quadros editoriais de muitos jornais nacionais e internacionais na área da educação, tais como: Behavioral Disorders, Journal of Learning Disabilities, The Teacher Educator, Learning Disability Quarterly, Learning Disabilities Research and Practice e o jornal italiano Difficolta di Apprendimento.

De 2009 a 2015, foi ainda co-editor do Council for Exceptional Children Journal, considerado pela Thompson-Reuters número um na área da Educação Especial.